Aprenda a manter seus fios longos bonitos e saudáveis Fios compridos precisam de atenção especial. Aqui, dicas preciosas para desfilar um visual leve, saudável e, claro, supersexy

cabelos_compridos_dicas

Não fuja da tesoura Pode parecer contraditório, mas para o cabelo crescer, é preciso cortá-lo com regularidade. “Sem essa manutenção, que varia entre dois ou três meses, problemas como pontas duplas e quebra são ainda mais frequentes”, diz Rudi Werner, hairstylist e proprietário da Rede Werner Coiffeur, no Rio de Janeiro. Após algum tempo, o final do comprimento, parte mais antiga e desgastada do fio, também fica com as escamas abertas, o que atrapalha a retenção de nutrientes pela fibra capilar. “Por esse motivo, preste bastante atenção no aspecto do cabelo se quiser mantê-lo longo”, afirma Wilson Eliodório, cabeleireiro de São Paulo. Segundo ele, cada vez que as pontas aparentarem ressecamento ou toque áspero, está na hora de passar a tesoura novamente. “É possível optar por cortes que reparam os danos, sem interferir tanto no comprimento. Aposte nos efeitos desconectados, com muito movimento, que atualizam e não comprometem o visual”, diz.

Sele as pontas O cabelo longo costuma sofrer com pontas duplas e esse problema só se resolve definitivamente como corte. A boa notícia é que o mercado já dispõe de novos tratamentos capazes de selar as bifurcações temporariamente, sem a necessidade de apelar às tesouras. Diferente dos antigos silicones, que utilizavam agentes oleosos para “maquiar” o problema (o efeito ia embora após o banho), as fórmulas high tech são feitas à partir de um complexo reconstrutor que, em contato com a fibra danificada, forma um gel, unindo as pontas novamente. Bônus: os produtos têm um aroma superagradável e também dão brilho, maleabilidade e reduzem o frizz. Pingue algumas gotas nas mãos e espalhe pelas pontas, sempre de cima para baixo.

Foque no topo Cuidados com a região do couro cabeludo são fundamentais, já que é pela raiz que o comprimento recebe todos os nutrientes que vão mantê-lo forte. “O cabelo longo tem uma maior tendência ao enfraquecimento, graças às pontas que vão envelhecendo”, explica Evandro Ângelo, hairstylist do salão C. Kamura, em São Paulo. Daí a importância deinvestir em cosméticos específicos, que agem diretamente no bulbo capilar. Com alta penetração e em forma de sérum, conseguem restabelecer a elasticidade, a maleabilidade e proteger a haste do fio contra agressões externas. Outro problema recorrente é o excesso de oleosidade, que pode evoluir para casos de seborreia, inflamação local e queda dos fios. Além de xampus adstringentes, uma dica é usar um esfoliante capilar uma vez por semana. “O produto retira as impurezas e as células mortas, fazendo uma limpeza geral na região”, completa.

Aprenda a secar Se além de comprido, você gosta de um cabelo liso e sem frizz, vale a pena incluir alguns procedimentos no ritual da escova. Antes de começar, recorra a leave-ins e sprays com proteção térmica, que blindam o fio contra o calor. Se quer evitar a aparência “lambida”, experimente jogar todo o cabelo para frente e iniciar a secagem a partir da nuca. No final, amasse o comprimento escovado com as mãos “sujas” de pomada ou enrole as mechas em bobes largos, para ganhar movimento e volume extra.

Lave direito “Um erro comum é exagerar na dose de xampu, hábito que deixa o cabelão ainda mais pesado e sem balanço”, diz Renata Souza, hairstylist e proprietária do Spa Dios, em São Paulo. Para limpar profundamente e manter a leveza, a expert orienta deixar um pote dentro do chuveiro e diluir um pouco do produto em quantidade equivalente de água. “Só então aplique a mistura nos fios. O xampu espalha melhor e fica mais fácil enxaguá-lo”, explica. Quer outra dica valiosa? Fique embaixo da água corrente durante três ou quatro minutos e só então inicie a lavagem. Comece o processo pelo comprimento, espalhando a espuma até o topo da cabeça, para não acumular resíduos na raiz. “Faça uma massagem rápida com a ponta dos dedos, sem esfregar a região com as unhas”, completa a cabeleireira Renata.

Potencialize a hidratação A regra básica é aplicar uma máscara nutritiva em casa, semanalmente ou a cada 15 dias. Óleos capilares também são indicados, pois têm textura leve e reparam os fios sem pesar. Formulações à base de ojon, monoi e manteiga de murumuru hidratam profundamente, reduzindo o volume e o frizz. Faça a aplicação diretamente nos fios úmidos, como um finalizador, ou adicione algumas gotas ao seu leave-in. “E, a cada dois meses, invista em um tratamento de choque no salão, como a cauterização ou a reposição de queratina, que hidratam e fortificam as mechas”, afirma a cabeleireira Renata Souza, de São Paulo.

Modernize o corte Maria Madalena? Nunca! Para o cabelo comprido ganhar um ar sexy, uma opção atual é o corte em “U”, com pontas mais longas atrás, no centro. Nas mechas frontais, é possível aderir a um repicado acentuado, que começa na altura das maçãs do rosto – bom para disfarçar bochechas salientes – ou na linha do queixo, recurso que suaviza o maxilar anguloso. Detalhes como pontas desfiadas, franjas longas desconectadas e até mechas finíssimas, em nuances mais claras, também conferem leveza e movimento ao visual.